Como Usar e Onde Encontrar Pulseiras Masculinas!


01/05/09
Na(s) categoria(s): News | Postado por Diandra Fernandes às 14:59

Antes de ir em frente, para os desavisados, é aconselhável ler antes a parte I, for obvious reasons, conhecida também como “pra não pegar o bonde andando”.

Pois então, continuando… Tem ainda a sessão de Personal Shopping, que é opcional, onde eu saio com o cliente pra fazer compras. E as compras incluem majoritariamente as peças que ficaram faltando no guarda-roupa (depois que ele foi inspecionado, filtrado e organizado) para que a pessoa tenha a base perfeita para um guarda-roupa bem estruturado e pensado, o que em outras palavras quer dizer que possa contar com todas as suas melhores peças curingas (preferencialmente de qualidade à toda prova e com selo de atemporalidade nelas, pois a meta é durar for a very long time e enfrentar na boa trendinites mil) para um mix and match perfeito e maximizado from here to eternity pronto pra enfrentar com imponência a bunch of fashion hells in between. Tudo levando em consideração é claro a silhueta, estilo e estilo de vida do cliente. Pode se dar uns toques da estação em uma ou outra peça, mas via de regra as peças tendem a ser atemporais e/ou com arremates bem marcados do estilo e gosto do cliente. O foco é este.

Nem sempre vai dar pra comprar tudo que se deseja numa estação. Porque simplesmente não tem o que se quer exatamente, quer seja o modelo certo, a cor adequada, ambos ou whatever. E como esta é uma compra que tem que ser, digamos, precisa, neste caso é sempre melhor dar uma esperarada.

Geralmente eu faço uma pré-seleção das peças em determinadas lojas e as deixo “meio que reservadas” (nem sempre isso é possível) no dia anterior pra no dia seguinte irmos às lojas selecionadas e experimentarmos as peças e acessórios. O melhor dia pra fazer é um dia mais vazio, como terça e quarta pela manhã até Deus sabe quando. Mas sabe cumé, nem sempre dá e aí, vai na muvuca mesmo. Deixando sempre sapatos e afins para o final do dia. E o cliente só compra o que cair como uma luva e amar de paixão. Menos do que isso, vetado estará.

Nessa sessão (que mesmo se optar por não ter o Personal Shopping per se tem) dou uma aulinha sobre Smart Shopping que conta com um como filtrar as trends, como usar a cartelinha de cores pessoal na prática, como checar a qualidade de produto e como avaliá-la (falo disso na sessão do armário também), como pensar na hora de escolher a peça (levando em consideração o guarda-roupa que tem, o seu próprio esquema de cores, silhueta, natureza do tecido, tudo pra ver se é ou não um bom investimento e viável para o mesmo)… enfim, estas cosinhas. E claro, tudo dentro do orçamento me passado pelo cliente. Nem um centavo a mais. Yep, sou sim mão de vaca! Com o meu dinheiro e principalmente com o dinheiro dos outros.

Depois do PS, eu costumo voltar ao guarda-roupa do cliente e mostrar ao vivo e em cores o como usar as novas peças (roupas e acessórios) com as antigas to its full potential. E monto mais alguns looks, no próprio cliente, em still e depois em boards que eu mesma faço com as peças-base escolhidas.

spa-lady-illustration

No final da consultoria o cliente recebe uma pastinha (100% tailored for him or her) que eu chamo de Manual ou Guia Pessoal de Estilo com todas as informações discutidas nas sessões, todas catalogadas e do tipo easy reading, mais outras infos úteis sobre N subjects e ainda lookbooks (fotos de montadas prontas) com as peças do guarda-roupa (as já existentes e as compradas no PS) maximizadas em diferentes looks para diferentes ocasiões (que cobrem o estilo de vida e dia a dia do cliente basicamente, mas não exclusivamente), fotos de peças amigas (aquelas que são as suas melhores apostas) pra sempre saber visualmente quais são as tais, o que vestir para determinadas ocasiões (aka: trajes pedidos)… enfim, um arquivo visual totalmente personalizado com montadas e twists mil (tá, deve ter mesmo só uns 999, vai).

A pastinha pode ser física ou em formato virtual via pdf pra sempre ficar à sua mão. Ou posso colocar num pendrive.

Para os homens ainda incluo um arquivo escrito/visual com as melhores apostas no quesito camisa e gravata quando o assunto é cor/estampas e suas coordenações campeãs (pautadas strongly na cartela de cores pessoal), por exemplo, e um plá sobre certas peças e suas tradicionalidades e/ou etiqueta. Tudo personalizado e filtrado pra cada cliente, sua silhueta, estilo e estilo de vida.

O cliente recebe ainda a sua cartelinha de cores personalizada, superprática pra ter sempre com ele, quando for shopear por aí. Incluo também um Manual Especial (para os homens é algo do tipo Manual do Solteiro Descolado ou Do Bom Marido ou o que eu achar pertinente) que é surprise, surprise. O que em outras palavras quer dizer que o cliente só vai saber qual será o seu quando ele estiver lendo o mesmo.

E nessa sessão final (a da entrega da pastinha) eu dou uma geral (bem detalhada) em tudo que eu já falei nas sessões anteriores e falo sobre alguns assuntos que ainda não falamos, se tiver algum. Aproveito também para tirar dúvidas etc e tal.

E não pense que uma vez que a pastinha é entregue, I am done. Not quite. Deixo com o cliente um homework, para a próxima estação que inclui selecionar os looks certos dentre as coleções (nacionais e internacionais), do tipo, só pra ver se absorveu info direitinho e vai poder navegar na boa by himself from now on. Porque na verdade, este é the ultimate goal. Na sessão de manutenção, aproveito para tirar novas dúvidas que pintarem no decorrer do processo solitário, ver o que está ou não funcionando para o cliente, se tem acertado nas compras, caso as tenha feito e coisas do tipo. Aproveito também pra terminar a sessão PS, se por acaso não deu pra comprar todas as peças pensadas anteriormente, se for possível.

Ainda como homework for life, sugiro que faça um stylebook (real ou virtual) onde vá colecionando um pouco de tudo do que gosta: roupas, acessórios, arte, decoração. Isso é uma ótima maneira de se explorar, de conhecer melhor seus gostos, desgostos, em resumo, de se conhecer. O que sempre é um belo de um asset pra se ter e se cultivar. Porque é justamente através deste conhecimento que nós ficamos mais espertos em relação às escolhas que fazemos e é em parte graças a ele que passamos a ser mais fiel a quem somos. O que em outras palavras quer dizer (também) que maximizamos o nosso filtro fashion.

E pra quem interessar possa, eu faço sim trabalhos à la carte, como análise da cartela de cores, closet therapy, personal shopping, análise de silhueta, análise de estilo, workshop para entrevista de emprego, aulinhas sobre como se vestir em determinadas situações, to name a few. Ou seja, se não quiser passar por todas as etapas de um trabalho de consultoria porque quer somente algo específico como por exemplo, saber o que usar para uma entrevista, ter o armário funcionando de forma prática e eficiente ou quiser saber quais são as suas melhores amigas quando o assunto for cor… I am here too.

Quanto tempo demora uma consultoria completa? Bom, isso vai depender inteiramente da disponibilidade e conveniência do próprio cliente. E a minha as well. Eu aconselho sempre que seja feito na base da tranquilidade, em doses homeopáticas e se possível na ordem que eu desmembrei acima pra que o cliente tenha tempo de absorver as informações e tire melhor proveito de todo o processo. Dito isso, se não for possível e o cliente quiser algo em doses alopáticas (ou seja, o mais rápido possível, do tipo pra ontem), so be it. Afinal, muito raramente as coisas são como eu gostaria que fossem ou acho que deveriam ser. Quer seja no meu trabalho, quer seja na vida, portanto…

C’est la vie.

Não, eu não trabalho somente com homens. Se fosse o caso… I would be frakked! Isso porque por estas bandas os homens ainda são bem “tímidos” pra procurar um serviço como este, acho eu.

Sim, eu trabalho sozinha e vocês não fazem ideia do trabalho que dá.

Price? Sob consulta, o que quer dizer que basta você me mandar um e-mail (diandraffernandes@gmail.com) que eu te informo.

E aqui tem uma timeline e um resumo bem mais sucinto das etapas da Consultoria.





5 dudes comentaram nesse post:

  1. Pingback: E como hoje é o Dia do Trabalho… my M.O. - parte I « Homens Modernos

  2. Luiz disse:
    1 de May de 2009 às 19:49

    Oi Diandra
    feliz dia do trabalho
    aliás o seu é muito interessante e pelo conteudo do blog, com certeza é muito bem feito
    bjo

    Reply

  3. Ricardo disse:
    1 de May de 2009 às 21:21

    VEM PRO PARANÁ DIAAAAAAAAAANDRA :´(

    Reply

  4. Gustavo disse:
    2 de May de 2009 às 15:40

    Muito interessante. Vou tentar fazer o que for possivel por minha conta e risco aqui.

    O blog como sempre tá de parabens… acompanho já tem um ano e meio. Sempre vale a pena passar por aqui!
    Continue o bom trabalho!

    abraços!

    Reply

  5. Victor disse:
    4 de May de 2009 às 18:30

    Legal finalmente conhecer o que você faz qnd não escreve : )

    Reply


Deixe seu comentário