Como transformar 15 peças em mais de 200 looks!


06/06/12
Na(s) categoria(s): Anote Essa! | Postado por Diandra Fernandes às 18:06

E aí eu não falo de etiqueta social e sim daquelas que vem na roupa com indicação de tecido, lavagem, secagem e “passagem”, indicações que sempre devem ser respeitadas pra manter a sua peça viva e em boas condições por mais tempo. Porque né, algumas destas etiquetas são um pé no saco e incomodam pacas na hora que a gente usa a tal peça. Outras dão super na vista por baixo o que também não é nada bom. Daí que é melhor retirá-las. Mas se jogar fora, numa próxima lavagem pode se esquecer se é pra lavar a seco ou à mão e aí não vai ter a tal etiqueta na peça pra saber. Por isso que eu aconselho você a fazer um pequeno caderninho de etiquetas onde você separa as peças por categorias, tipo camisas, camisetas, calças, bermudas etc (pra facilitar o encontrar numa futura ocasião que precise), grampeie a etiqueta no caderno e ao lado coloque uma breve descrição de que peça se trata. Por exemplo, cardi vermelho com moldura central cinza da marca tal.

Fazer isso além de te livrar da chatice de vestir uma peça com etiqueta vai manter por mais tempo a integridade das informações na própria etiqueta porque com a lavagem a info tende a ir sumindo…

E mantenha o caderninho sempre à mão pra pregar as etiquetas e consultar porque senão periga de acontecer o que aconteceu comigo esta semana de ter cortado a etiqueta de uma peça sem tê-la insertado no caderninho (esqueci) e por isso fiquei sem saber se poderia ou não secá-la na máquina. Duh! Por isso até que lembrei desta diquinha.


Tags:



2 dudes comentaram nesse post:

  1. Frank disse:
    8 de June de 2012 às 13:28

    Excelente dica. Nunca havia pensado nisso, mas achei muito ineressante e vou adotar a ideia.

    Reply

  2. Bruno M disse:
    13 de June de 2012 às 19:32

    Nossa só agora li este post. Verdade, nunca sequer tinha pensado nisso e é ótima dica mesmo!

    Reply


Deixe seu comentário