Como Usar e Onde Encontrar Pulseiras Masculinas!


24/12/12
Na(s) categoria(s): Pergunta do Leitor, Miss Di Responde | Postado por Diandra Fernandes às 11:40

Uma camisa com vibe slim fit, de manga curta ou comprida, com ou sem martingale (alcinha nas laterais que prendem as mangas compridas e até algumas já curtas), lisa, estampada ou utilitária. Vale uma de algodão, linho, mix, denim, chambray…

Uma casual sempre pode ser usada, já uma mais up, melhor ficar com uma com colarinho mole, que não seja aberto (reto é melhor, mas pode ser aquele diminuto e pode ter botões no colarinho), sem punho duplo e da família slim fit (não precisa ser super adesiva mas uma comfy demais também não).

Pode usá-las por dentro ou por fora da bermuda/short mas atente pra altura que batem as que estão por fora nas fotos pra ter a exata noção de uma boa altura pra sua bater por fora. E se for usar por fora, uma slim fit é uma melhor pedida. E sim, vale o meio pra dentro e meio pra fora.

E as bermudas mais indicadas? Como dá pra ver nas fotos, vale desde um short à uma bermuda, de cargos à uma reta, de uma lisa à uma estampada. Em comum o fato que elas não são largonas. O fit em dia e uma com a vibe mais sequinha são as melhores apostas. E na altura do joelho ou acima dele é um bom limite pra ela.

O cinto pode ser um casual, desde um divertido de corda/canvas e colorido a um de couro trançado ou couro maus upzinho sem ser de todo formal. Um marrom curinga qualquer cor-cor de calçado.

Melhor usar meias invisíveis. Se for um abotinado ou tênis de cano alto, pode deixar a meia dando um leve ar de sua graça, mas o da foto acima (com meia verde) é uma figurada de meias um pouco a mais do que sugiro, mas se funcionar pra você… go for it.

Nos pés vale para uma bermuda mais casual/informal tipo uma estampada desde uma sandália ou chinelo e tênis, passando por docksiders, drivers, espadrilles/alpargatas e até um mocassim, desert boot (ou abotinado) ou sapato de amarrar de camurça. Já para um sapato de couro (brogue, wingtips, oxford, bicolor etc e tal) uma bermuda mais up, tipo alfaiataria, reta e sequinha funcionaria melhor. Mas lembre que uma bermuda desta pode ser usada com todos os outros calçados mencionados pra bermuda informal.

E sim, você pode dar um cardi up ou um blazer up (de linho, algodão ou mesmo de lã fria desde que slim fit) e até uma engravatada na bermuda com camisa sans problema.





15 dudes comentaram nesse post:

  1. Breno Alvim disse:
    24 de December de 2012 às 13:03

    Achei super bacana essas dicas estava realmente precisando de algo assim para poder portar minhas bermudas (zara) que são super trend. Tava na duvida sobre usar com mocassim e vejo que não tem problema algum. Esse Blog é o melhor .

    Reply

    • Diandra Fernandes disse:
      24 de December de 2012 às 13:19

      Breno,

      😉

      XO

      Reply

  2. Marcio disse:
    24 de December de 2012 às 13:51

    Muito boa a ideia de criar a categoria de responder as perguntas dos leitores, com essas fotos exemplos ficou otimo. Mas fiquei com uma duvida, qual o ocmprimento da bermuda que esta na moda? Cobrindo ou mostrando os joelhos?

    Reply

    • Diandra Fernandes disse:
      24 de December de 2012 às 14:09

      Marcio,

      No joelho ou acima dele.

      XO

      Reply

  3. Marcio disse:
    24 de December de 2012 às 13:53

    E o comprimento, Di? Bermuda mais curta ou longa?

    Reply

    • Diandra Fernandes disse:
      24 de December de 2012 às 14:08

      Marcio,

      Isso vai depender da sua silhueta. Mas uma na altura do joelho tops é um bom limite.

      XO

      Reply

  4. André disse:
    25 de December de 2012 às 06:38

    E bermuda jeans? O problema delas é que quase sempre ficam abaixo do joelho. Esquece elas?

    Reply

    • Diandra Fernandes disse:
      25 de December de 2012 às 20:01

      André,

      Pode usar. O problema da bermuda jeans é que é bermuda jeans. rs Mas dá pra usar sim.

      XO

      Reply

  5. Bruno Nakamura disse:
    27 de December de 2012 às 17:30

    Olá,

    Tem algum lugar que vcs idiquem onde eu posso encontrar bermudas desse tipo moro em SP, já procurei e só encontro bermudas carregadas de bolso e não curto muito.

    Obrigado

    Reply

    • Diandra Fernandes disse:
      28 de December de 2012 às 15:08

      Bruno,

      Tenta na Zara, na Richards.

      XO

      Reply

  6. Bruno Nakamura disse:
    28 de December de 2012 às 16:52

    Diandra,

    Obrigado! vou lá dá uma olhada!
    Curti demais seu trabalho parabéns!

    XXX

    Reply

  7. Paulo Henrique Martins de Oliveira disse:
    18 de March de 2013 às 01:59

    Assim como temos de nos preocupar com a aparência, usando roupas que se compatibilizem entre si e criem um visual melhor, também devemos nos preocupar ainda mais com a nossa comunicação.
    O “blog” cumpre a primeira finalidade (sugestão de moda) com muita eficiência, mas os textos estão redigidos de forma sofrível, com uso exagerado de termos em inglês. Há certos trechos que se tornam ininteligíveis até para os anglofalantes.
    Uma coisa é falar um idioma estrangeiro e, nesse contexto, o inglês é fundamental para todos. Outra coisa é expressar-se em português e abusar dos estrangeirismos como se fosse uma coisa normal. Não é, garanto. Essa prática é altamente prejudicial à nossa Língua Portuguesa falada no Brasil, refletindo pobreza cultural de seu praticante, revelando, ainda, certo pedantismo inconveniente.
    Já dizia Napoleão Mendes de Almeida, o grande gramático: “Língua portuguesa não é privilégio de gramáticos, senão dever do brasileiro que preza sua nacionalidade. É erro de consequências imprevisíveis acreditar que só os escritores profissionais têm a obrigação de saber escrever. Saber escrever a própria língua faz parte dos deveres cívicos. A língua é a mais viva expressão da nacionalidade. Como havemos de querer que respeitem a nossa nacionalidade se somos os primeiros a descuidar daquilo que a exprime e a representa, o idioma pátrio?”

    Reply

    • rogerio gret disse:
      3 de January de 2016 às 19:55

      Para Paulo Henrique Martins de Oliveira:

      Napoleão Mendes de Almeida foi extremamente infeliz em sua colocação. Faz crer que pátria e respeito à nação (código para chauvinismo) são algo que deve ser prezado. Faz crer que devemos ter preferência por pessoa A ou B ou por língua A ou B simplesmente porque nascemos em determinada região geográfica.

      A eliminação da língua portuguesa em prol de uma língua mais popular seria de extrema praticidade – traria óbvias vantagens econômicas e uma enorme integração cultural. Por óbvio, isto não acontecerá em breve.

      Em relação ao uso de expressões no blog, este é um dos bilhões de blogs na Internet. Cada um escreve da maneira que preferir. Você pode ter problemas com o estilo do blog e outros podem considerá-lo inovador. Mas o fascismo linguístico é tolice, que tenta impedir uma evolução que deveria ser natural. Há expressões que funcionam melhor em uma língua ou outra e, muitas vezes, isto é uma questão de preferência pessoal. Se o blog não lhe apetece, leia outros, mas respeite a liberdade de cada pessoa para expressar-se da maneira que preferir.

      Afinal, muitas pessoas considerariam o uso da expressão “pedantismo inconveniente” como característico de pessoas pedantes e inconvenientes. Mais ainda, surpreende que tente corrigir o blog com uma comunicação tão infeliz como esta, assumindo que há pedantismos convenientes. Eu também tenho a tendência de tergiversar e me perder em textos, mas ao menos não fico corrijindo blogs Internet afora

      Reply

      • rogerio gret disse:
        3 de January de 2016 às 19:56

        CorriGindo – pra piorar mais, só se eu escrevesse “pedantismo inconveniente”…

        Reply

  8. rogerio gret disse:
    3 de January de 2016 às 19:55

    Corrigindo – vê?

    Reply


Deixe seu comentário