Como Usar e Onde Encontrar Pulseiras Masculinas!


28/12/16
Na(s) categoria(s): Comportamento, Saúde e Bem-Estar | Postado por Diandra Fernandes às 11:03

Geralmente bichos de estimação não curtem nadica de nada a barulheira dos fogos de artifício. Entendo perfeitamente o porquê…. E pior, ficam super assustados, estressados quando o foguetório acontece. O que não é nada bom pra eles já que podem fugir ou se machucar. A seguir tem algumas dicas pra lidar com este momento de alto estresse pro bichinho, tanto pra ir acostumando o fofucho com a barulheira e tornar a experiência mais “normal” pra ele e outras dicas pra lidar com a situação de estresse per se da melhor maneira possível. Olha só:

  1. Mostre que os barulhos não são perigosos. Associe os fogos a coisas legais: faça festa, dê petiscos, etc. Nada de ficar passando a mão na cabeça do animal ou pegá-lo no colo para acalmá-lo. Assim, ele vai mesmo entender que deve ficar assustado.
  2. Acostume o animal a barulhos semelhantes. Pode gravar um CD com tempestades ou fogos e colocar para ele ouvir todos os dias. O barulho dos fogos vira algo corriqueiro que aos poucos, ele vai deixar de dar importância.
  3. No dia a dia, quando acontece algum barulho, como o estouro de uma bomba, não agache perto do animal. Tente mostrar que é uma coisa legal.
  4. Animais que têm uma fobia muito grande podem tomar remédios ansiolíticos. Isso os ajuda a ficarem mais calmos. A medicação deve ser recomendada e acompanhada por veterinário. Experimente dar antes do dia dos fogos, pois é preciso ver o efeito que o remédio exerce no organismo. Em doses erradas, os ansiolíticos podem ter efeito contrário.
  5. Se o animal estiver meio “grogue” do remédio, é melhor prendê-lo, por que ele pode se machucar. Alguns até se jogam da janela ou varanda. E mesmo sem tomar remédio, é bom prender em algum cômodo que ele goste de ficar na hora do foguetório. Porque mesmo sem estar grogue, ele pode fugir e/ou se machucar na tentativa de.
  6. Prefira deixá-lo preso em locais que eles goste, onde ele se sinta mais seguro. Se ele entrou debaixo da cama, o ideal é prendê-lo no quarto.
  7. Não o prenda em coleiras ou correntes porque ele pode se enforcar na angústia de escapar do barulho. Mas é bom uma coleira de identificação no pescoço ou um chip caso eles fujam anyways.
  8. Feche o máximo de portas e janelas para abafar o som. Acostume-o ao som ambiente relativamente alto e brinque com ele.

Fonte: Anda.





0 dudes comentaram nesse post:


Deixe seu comentário