Como Usar e Onde Encontrar Pulseiras Masculinas!


18/08/07

E o que eu quero dizer com isso? Bom, se você é daqueles que não é familiarizado com o este setor da sua casa, ou não se sente tão à vontade assim nele, e um dia decidir se meter a chef, tenha sempre na manga um plano B que nada mais é do que uma alternativa de receita simples e à prova de erros, que agrade a gregos e troianos, com ingredientes à mão (comprados por você de antemão just in case), do tipo vapt-vupt. Pois se errar a receita, sempre terá algo pra servir e feito por você. In a minute! E se você não contar, ninguém nem vai notar!

E este plano B tanto pode ser algo simples que você já esteja escolado em fazer como uma omelete de ervas ou cogumelos ou uma boa massa, ou então algo super descomplicado que até com venda nos olhos daria pra fazer, do tipo é só colocar os ingredientes na tigela e voilà, pronto está. E neste quesito uma Salada Toscana se encaixa super bem. E se quer saber? Até como um plano A cairia muito bem, pois ela é diferente e uma delícia. E se não gostar de atum, deixe-o de fora e substitua por parmesão autêntico ralado em tiras grossas na hora. E se preferir, ou for tomar um bom vinho, deixe o vinagre de fora e faça de molho somente azeite com pimenta e pitadas de sal, este último, se necessário.

Salada Toscana

Mas voltando ao plano B, sugiro que até os mais experientes na cozinha, principalmente quando se aventurarem a fazer algo novo e diferente, tenham sempre um plano B à mão, com os ingredientes prontinhos e à disposição para se precisarem de uma alternativa de emergência, no caso, mesmo que remoto da receita desandar.

E para arrematar: ter um plano B vai amenizar a pressão e facilitar a tua empreitada, pois saberás que de um jeito ou de outro o jantar sairá. Pode até nem ser exatamente do jeitinho que imaginaste, mas ficará bem perto, ou quem sabe até even better!




31/07/07
Na(s) categoria(s): Comidinhas, Comportamento | Postado por Diandra Fernandes às 0:02

O Brunch que nada mais é do que uma mistura de breakfast com lunch, na minha humilde opinião deve ter sido uma das melhores invenções americanas de todos os tempos. E eu digo o porquê: quem é que não gosta de comidinhas do café da manhã? E vamos combinar? Apesar de todas as guloseimas disponíveis, o nosso café da manhã é chocho chocho de tão basiquinho… e sei lá porque (mas nunca por falta de opções) raramente aproveitamos as delícias que existem. E inventar um get together regado justamente a elas… não poderia ter sido melhor! Fala sério.

Um brunch acontece geralmente por volta das 10 ou 11 horas da manhã podendo ir até o fim da tarde. É claro que o horário pode variar e até se extender, mas é um parâmetro para vocês se situarem. Mas deve sempre começar pela manhã, ok? E ele foi criado para servir como desculpa para um encontro matinal de amigos com a melhor das comidinhas available.

Agora, além de pano de fundo para uma reunião de amigos, pode também ser apropriado para comemorar aniversários (principalmente de pessoas mais idosas), batizados, casamentos, primeiras comunhões e outros eventos que aconteçam pela manhã.

Ele é super prático, informal e agrada a gregos e troianos quando o assunto é menu. E por falar em menu, aqui vão algumas sugestões para servir no seu:

  • Cafés (carioca, cappucino, espresso), chás (variedade em saquinhos, preferencialmente de ervas e preto), chocolate quente, sucos (pelo menos 2 ou 3 de cores diferentes tipo laranja, morango e melão).
  •  No decorrer da tarde uma cervejinha ou um vinho pode ser servido.
  • Uma cesta com variedade de pães como francês, de forma, italiano, australiano, broinhas e afins.
  • Torradas, cookies, biscoitos amanteigados, rabanadas…
  • Croissants, folheados, rosquinhas, brownies e panetones.
  • Bolo de fubá, uma torta doce e dois quichês salgados (um de galinha e outro vegetariano por exemplo).
  • Queijos como um de minas, brie ou camembert e um amarelo ou forte por exemplo.
  • Frios como presunto, blanquets de peru, presunto de parma e por aí vai.
  • Geléias de duas cores (damasco e ameixa), mel, manteiga, pasta de ervas, requeijão e queijo cremoso.
  • Esfihas e outros salgados.
  • Salada verde e/ou uma salada de massa fria.
  • Omeletes ou ovos mexidos com bacon.
  • Frutas variadas.
  • Pudim, mousse ou quindão.

FYI: Tudo pode ser colocado numa bonita mesa e deixar que todos se sirvam no decorrer do dia bem à vontade e de acordo com a fome e “gulodice” de cada um. E sem te dar trabalho.

E claro que a seleção, variedade e quantidade vai depender de quantas pessoas estarão presentes e dos seus gostos. Versões com mais ou menos opções também podem ser feitas, somente lembrando que variedade aqui é muito importante, portanto nunca a limite demais e capriche nela.

Leia também: Queijos e Vinhos


Tags:


29/06/07
Na(s) categoria(s): Anote Essa!, Comidinhas | Postado por Diandra Fernandes às 22:23

Não precisa fazer cara feia não porque fica uma delícia. E com dois plus: você faz com um pé nas costas. E não suja quase nada.

Ingredientes:

  • 1 lata de leite condensado
  • 4 colheres de sopa de chocolate em pó ou achocolatado
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • chocolate granulado

Preparo:

Num refratário próprio para microondas e de preferência redondo e bem altinho senão vaza, coloque a lata de leite condensado, o achocolatado ou choco em pó e a manteiga. Misture tudo bem e leve ao microondas. Pprograme para uns 6 minutos na potência alta (8) ou ainda na própria para brigadeiro se o seu micro tiver esta opção.

Pare a cada 1 minuto e meio, retire o refratário do micro e mexa bem. Retorne ao micro e deixe por outros 1 minuto e meio. Retire again e mexa bem até ficar homogêneo. Retorne ao micro e deixe por mais um minuto. Retire e mexa. Se estiver mole demais, retorne e deixe mais uns 30 segundos ou até os 6 minutos se esgotarem. Retire e mexa bem até ficar homogêneo, lisinho e brilhante.

À primeira vista fica parecendo que deu zebra pois fica empelotado, mas se mexer e bem, ele fica na textura certa. Senão reverter o quadro é porque passou do tempo. Na próxima vez que tentar diminua o timing para um minuto por exemplo. Ou se ficar mole demais, aumente, oras. Essa discrepância acontece porque há variações de micro para micro. That is why!

Aí é só deixar na geladeira para esfriar no próprio refratário. Se quiser, enrole com um pouco de manteiga na mão, passe no granulado e coloque as bolinhas nas forminhas. Ou então faça do meu jeito: retire o refratário da geladeira, espalhe o granulado generosamente na superfície, pegue uma colher, um bom filme e tire a barriga da miséria! Se estiver acompanhado, providencie uma colher extra e desfrutem juntos a guloseima.

E aproveitem o fim de semana que promete ser friiiio…




Anterior122232425Próxima Página 24 de 25