Como Usar e Onde Encontrar Pulseiras Masculinas!


05/06/07
Na(s) categoria(s): Acessórios Masculinos, Coordenando Cores, Trend Watch | Postado por Diandra Fernandes às 13:33

Com o frio que anda fazendo dá uma vontade danada de se enrolar por completo nos nossos cachecóis quentinhos não dá? Pena que eles só servem para aquecer o pescoço e os ombros… mas enfim, nesta temporada eles estão com tudo e nada discretos, nem em volume e nem nas cores. Como bem dá para ver nas fotos abaixo.  

BulkyscarfVolume e corChelsea Knot and bulky

Mas se este não for o seu estilo, como aposto que não deve ser mesmo, ou se você pertencer à tribo dos baixinhos, dos com o pescoço curto ou quase inexistente ou ainda dos que desfrutam de uma escala ou dimensões do corpo mais para o delicado e franzino… então melhor fugir mesmo dos volumes excessivos no pescoço já que eles não são para você não, pois te encolhem ainda mais. Prefira algo mais discreto como uma volta ou duas no pescoço com um cachecol mais fininho e aproveite para deixar a perna do cachecol caindo pelo tronco pois alonga. Ou então use o “nó” do momento (Chelsea Knot) que é dado mais ou menos assim: junte as duas pontas do cachecol, coloque-o no pescoço segurando as extremidades, passe a extremidade com as duas pontas por dentro da extremidade que não tem ponta alguma e puxe selando o laço. Mas para tal, escolha um cachecol menos volumoso e dê uma “nózada” menos afofada.

Ou se preferir simplesmente deixe o cachecol volumoso ou mesmo o mais fino repousar nos seus ombros sem amarração nenhuma no pescoço. Pode também usá-lo num modelo mais curto e fino e laçá-lo como uma semi gravata ou uma espécie de Ascot e colocando-o tanto por dentro da gola da camisa como por fora. E se você for do tipo que adora uma exploração e invenção… brinque, experimente e ache uma enrolada ou “atada” que lhe satisfaça e fique bem e proporcional ao seu porte. Criatividade pode ser sim um plus nestes casos.

Cool e fino amarroDescansando nos ombrosCravat likeCravat likeDespojadoPadronado

Já em termos de cores, sugiro que usem uma que lhes favoreça ao entrar em contato com o seu rosto, quer ela seja contrastante e viva ou mesmo uma pura representante da Suíça(neutra), pois como o cachecol vai ficar justamente “emoldurando” o seu rosto, é importante usar algo num tom que faça muito bem a ele, que pertença a sua paleta de cores amiga e não um que o apague de vez. Senão todo o charme de usar um cachecol vai por água abaixo.

Se quiser esportar o look com cores contrastantes e não sair por aí over the top, vista uma roupa predominantemente em tons neutros como a cor da estação – o cinza -, ou mesmo o preto com o branco por exemplo e escolha um cachecol de uma cor só, forte e vibrante tipo um amarelo canário, um pink, laranjão, roxo ou vermelho. O mesmo se aplica para o oposto: se a sua roupa for hiper colorida, aposte num cachecol mais discreto, neutro. Se preferir usar um com padronagem, estampa ou com mais de uma cor, tente coordenar uma das cores ou padronagens do seu cachecol com alguma cor ou padronagem do seu modelito preferencialmente algo no seu top. Em outras palavras, faça que o cachecol fique dentro de um mesmo tema/esquema ou cor que você tenha no seu outfit. Assim fica mais fácil acertar. Ou então use algo no tom da sua roupa, mas ou mais claro ou mais escuro, que aí não tem erro. Mesmo.

Só pra você saber: Cashmere e seda são os tecidos mais finos e sofisticados para o seu cachecol e eles são ótimos arremates para um look noturno mais formal tipo black tie ou mesmo alguma ocasião que requeira um terno. Dá um quê de sofisticação. Mas pode muito bem ser usado de dia também, afinal quem disse que sofisticação só pode fazer lá a sua aparição à noite? É para isso que servem os detalhes… 

Já a lã e o algodão por exemplo vão melhor com um look mais informal, casual ou até mesmo algo um pouquinho mais social como uma ocasião corriqueira à noite, para ir trabalhar e por aí vai. Não chegam a comprometer por exemplo a sua ida a um restaurante fino, ou mesmo à uma happy hour não. Principalmente os que forem de lã com um quê mais para o fino e delicado. 

E um lembrete final: as etiquetas que vêm acopladas ao cachecol devem sumir de vista. Ou você as corta bem rentes ao tecido sem danificá-lo é claro e amarre o cachecol de uma forma que o resquício que sempre sobra não fique visível nem com lupa ou então enrole-o de uma forma que a etiqueta não fique visível nem pelo Superman.

Para mais idéias de como usar o seu cachecol ou ainda aprender um ou dois jeitos de atá-los no pescoço, dê uma olhada neste post.




15/05/07
Na(s) categoria(s): Acessórios Masculinos, Trend Watch | Postado por Diandra Fernandes às 21:39

All Star sem cadarço e sem amarras! Camuflado então… um charme só! 

O Camo Slip-on da All Star apesar de vir com as “casinhas” para o cadarço, não precisa nem de cadarço nem de amarras. Ele é construído com base sólida e próprio para perambular por aí na boa, assim mesmo: desatado.

É uma alternativa igualmente confortável e cheia de bossa para as suas bermudas, cargos, skinnys, chinos, calças de algodão, xadrez, camurça, sarja ou jeans. Se preferir, pode muito bem usá-lo até com algo mais dressy, bem na linha de uma calça de alfaiataria, como fariam por exemplo, aqueles mais estilosos que gostam de uma subversão light.

Agora, se você é um aficcionado por dar laços nos seus tênis e sapatos e não sabe viver sem eles… dê só uma olhada no site Ian’s Shoelace. São 31 maneiras diferentes de laçar o seu pisante. É, eu disse 31 maneiras sim!

Eu até sabia que existiam umas 50 maneiras de dar nó em gravata, mas uma variedade destas para dar laço em calçado?… Nem em sonho.

Enjoy it!




14/05/07
Na(s) categoria(s): Acessórios Masculinos, Trend Watch | Postado por Diandra Fernandes às 16:32

É verdade que tem um tempinho que eles foram aposentados, mas como acontece com tudo ou quase tudo no mundo da moda, de tempos em tempos, velhos looks ou velhos amigos considerados datados voltam a ser hip again.

Honestamente, não sei se vai chegar a tal ponto de ser “o” acessório de alguma estação futura, mas tenho visto algumas produções usando o prendedor de gravatas aqui e acolá (mais lá fora do que aqui no Brasil, diga-se). Talvez eles só bombem, se bombarem, na próxima estação, talvez retornem em grande estilo e com força total nesta mesmo… mas de qualquer forma, ando achando os tais prendedores tão legaizinhos além de serem uma ótima maneira de dar uma incrementada na santa gravatinha de todo dia que vai tanto ao escritório quanto a baladas e eventos noturnos, com o paletó ou sem ele… que não resisti e já elegi o acessório como uma tendência a se notar. E por que não, usar? E pra já!

Portanto já sabem: quando não souberem o que fazer para tirar a cara de velha conhecida da sua gravata, tasque um prendedor de gravatas nela. Ele está com status de “in” again. E ele pode ser usado tanto no meio dela quanto mais pra cima ou mais pra baixo e até meio inclinadinho. Por exemplo, quando estiver de terno, use-o mais pra cima para poder vê-lo mesmo com o terno abotoado… Enfim, use o seu discernimento e gosto para prender o seu. E se diferenciar dos outros “enternados” por aí.

Sugestão: quando for usar um terno todo escuro com camisa e gravata escuras também, tipo tudo preto mesmo, use um prendedor prateado para dar uma quebrada básica no seu look monocromático. Fica uma delícia!

E se alguém quiser saber… o “lugar padrão” de clipar o pregador é 20 cm abaixo do nó da gravata.




Anterior1109110111112Próxima Página 111 de 112