Como Usar e Onde Encontrar Pulseiras Masculinas!


25/03/07
Na(s) categoria(s): Acessórios Masculinos, Anote Essa!, Comportamento | Postado por Diandra Fernandes às 18:12

Como já disse no post O Tal do Perfume Certo, não exite um perfume que seja perfeito para todos; o que existe é o seu perfume perfeito e cabe a você descobri-lo. Agora, para saber usá-lo da maneira adequada, aí sim dá para generalizar e regrar. 

Bom, antes de mais nada, opte por usar ou loção de barba ou o perfume, pois a não ser que os cheiros sejam afins (por exemplo: loção de barbear que faz parte da linha do perfume que você usa), eles podem entrar em conflito. Melhor não arriscar.

O mesmo vale para o desodorante. Ou use um da mesma família ou então use um sem cheiro, ora bolas.  

Na hora de aplicar o perfume, não saia por aí “sprayando” a sua marca registrada sem parar e sem critério por todo o corpo como um louco. Pra sua informação, perfume só é para ser sentido na pessoa quando se chega bem perto dela e não a quilômetros de distância. Então manere na dose. Uma borrifada no pulso (esfregue, ou melhor, encoste delicadamente a borrifada de um no outro transferindo o perfume), outra na nuca, pescoço e orelhas (borrife nas laterais do pescoço e depois tocando na região molhada transfira para nuca e orelhas) e mais uma no peito e outra nos joelhos na parte de trás deles, estão de bom tamanho.

Se preferir, ao invés da rotina citada acima, dê uma boa “sprayada” no ar à sua frente e um pouco acima da sua cabeça e entre na nuvem de perfume que ficará total e levemente perfumado, da cabeça aos pés. Mais do que isso é exagero. Mesmo que você esteja usando o melhor e mais caro perfume do mundo.




24/03/07
Na(s) categoria(s): Acessórios Masculinos, Anote Essa! | Postado por Diandra Fernandes às 20:23

Já dei uma ensinada básica em como dar os mais usados nós de gravata. Mas de nada adianta dar o nó belamente, como um pro, se você não a tratar à altura. O mau-trato fica aparente.

Portanto, anote aí algumas dicas essenciais para cuidar bem da sua gravata:

  • Nunca dê um nó apertado demais, pois o tecido acaba se machucando ou esgarçando.
  • Depois de usá-la, desfaça o nó delicadamente e por completo, sem dar puxões desnecessários. Simplesmente, use o mesmo procedimento, o mesmo M.O.(modus operandi) que usou para dar o nó, só que ao contrário.
  • E jamais, por comodidade principalmente, pendure a sua gravata com o nó dado ou com ele um pouco desfeito, mas ainda “enózada” – como se o tivesse desfeito só o suficiente para tirá-la pelo pescoço, sabe como? – para “facilitar” a sua vida na próxima vez que for usá-la. Jamais, ou vai marcar a gravata e danificá-la. Assim o seu tempo de vida vai encurtar drasticamente. Avisado está!
  • É sempre bom, depois de usadas, deixá-las respirando um pouco fora do armário, antes de guardá-las.
  • Quando não estiver usando, deixe-as retas e esticadas ou penduradas num cabide adequado ou então, coloque-as em algum lugar de forma que fiquem retas e esticadas. E esta dica serve para a dica anterior também.
  • Para “desamarrotar”, enrole-a ao redor da sua mão e a deixe descansando numa superfície plana (pode guardá-la desta maneira também). Aliás, esta é uma ótima dica para viagens, principalmente a de negócios. Ou ainda, deixe a gravata pendurada no banheiro, durante o seu banho quente. Alisa que é uma beleza.

Registrado?




21/03/07
Na(s) categoria(s): Anote Essa! | Postado por Diandra Fernandes às 20:47

Sabe aquele risco ou pingo que canetas esferográficas do tipo da Bic deixam vez ou outra nas roupas? Pois então, para removê-las, basta derramar um pouco de álcool (não o gel, mas o normal) no local da mancha. Aí, esfregue a mancha ou com o dedo ou com o próprio tecido no local do desastre fashion.

Some no ato.




Anterior128252826282728282829... 2848Próxima Página 2827 de 2848