Como Usar e Onde Encontrar Pulseiras Masculinas!


20/06/13

E aqui eu vou listar todos os pontos importantes que você deve saber, levar em conta na hora de escolher e lidar com uma estampa, pra tirar o melhor proveito dela, tá? Então aí vai a listinha com todos os pontos relevantes:

estampas-como-usar-homens

estampas-masculinas-como-usar

  • Você sempre deve escolher uma estampa que fique dentro da sua escala corporal ou se for usá-la numa parte do corpo que fique de acordo com a escala desta parte do corpo. Porque assim, uma estampa supergiganta num cara pequeno vai engoli-lo vivo. Da mesma maneira que se um dude substancial se valer de estampa tiquininha vai agigantá-lo ainda mais. Agora, se quiser obter o efeito de afinar/alongar é bom não exagerar na dose da estampa se o seu corpo comportar algo bem substancial. Fique com uma numa escala mediana que dá mais certo. Então, cuidado aí.
  • Estampas que correm na vertical/diagonal tendem a alongar e a afinar a silhueta ou o local aonde estão localizadas. Estampas que correm os olhos na horizontal tendem a expandir e a encorpar.
  • Dito isso, muito espaçamento na vertical pode comprometer este efeito. Assim como pouco espaçamento na horizontal também pode minimizar o efeito sugerido acima. Ou seja, se quiser maximizar a verticalizada, aposte num espaçamento mais próximo; se quiser minimizar, num mais afastado. Já se quiser maximizar o efeito da horizontalizada, aposte num espaçamento maior; se quiser minimizar, num espaçamento menor. Via de regra, é por aí.
  • O mesmo se aplica ao contraste. Quanto mais contraste uma estampa tiver, mais vai reforçar a sua característica, quanto menos contraste, mais suave este efeito vai ficar. E aqui eu falo da relação estampa em si com o fundo da peça onde ela está e não da relação entre a peça estampada e as outras peças envolvidas na montada.
  • E saber destas coisas de maximizar e minimizar é a chave pra você tanto aplicar os nip tucks certos quanto pra os damage control quando necessário. Mas sempre tem aquela história de ter que ver como as coisas funcionam em você. Nunca se esqueça disso. Deal?
  • E ainda sobre o contraste da estampa… veja bem, se a estampa for usada perto do rosto você pode calibrá-la de acordo com o contraste que tem da sua pele, cabelo, dentes e olhos. Por exemplo se você é um cara super branquinho com cabelo loiro clarinho, com olhos azuis, você quase não tem contraste. Então uma estampa com pouco contraste é uma boa. Já se você for um cara superbranquinho e os seus cabelos forem pretos e seus olhos duas jabuticabas, aí o contraste é alto e você pede um alto contraste na estampa. Já se o cabelo estiver bem grisalho aí tem que ver o quão grisalho está e o contraste que isso está garantindo. O mesmo se aplica pra quem está bronzeadaço. Tudo isso pode interferir. Mas cuidado pra quem é negro nessa. Porque um homem negro não vai ter muito contraste entre pele e cabelo, mas tem os dentes nessa. Negros costumam aguentar médio contraste e alto até na boa, por causa dessa. Aliás, só pra constar: com essa regrinha eu confesso que tenho os dois pés atrás porque nem sempre eu acho que procede e pra todos, não somente pra quem é negro. Mas enfim, fica registrada.
  • Color-wise, se for usar estampa perto do rosto escolha uma estampa que tenha a maioria dos tons tipo uns 70% de tons amigos, do tipo que te favorecem.
  • Usar estampa com uma peça lisa é uma aposta super fácil. Tipo a sure bet na hora de coordenar. Se não quiser colorir o look, escolha uma cor que esteja presente na estampa ou uma neutra e pronto. Lembrando que uma peça lisa usada com uma peça estampada tende a evidenciar a estampa. E se quiser dar uma suavizada nessa, escolha um tom próximo do fundo ou da estampa como um todo que terá este efeito mais suave no uso da estampa. Quanto mais contraste tiver entre a peça estampada e a peça lisa, mais evidenciada a estampa ficará. E pode ainda usar uma peça toda estampada com ela pra dividir a atenção do look estampado. Ou escolher uma peça com uma estampa localizada ou centralizada (vale inclusive logo, estampa com dizeres etc e tal) pra dividir a atenção. Tudo isso suaviza o look estampa, porque dá uma equilibrada visual.
  • Regrinha de ouro pra quem não sabe coordenar estampa com estampa: ter cores em comum entre elas linka a montada. Pra minimizar o colorido pode ter todas ou a maioria das cores em comum. Ou se não se importar com isso, nem precisa ter cores em comum ou ter ao menos uma em comum. Os tons das cores em comum podem ser diferentes. Mas se quiser podem ser iguais as well.
  • Outra regrinha de ouro nessa de coordenar estampa com estampa é: estampas diferentes pedem escalas visuais equivalentes; estampas iguais pedem escalas visuais diferentes. E quando falo em escala me refiro ao tamanho da estampa e/ou ao espaçamento dela e naquela sensação visual com todos os elementos envolvidos. Lógico que não precisa ser milimetricamente a mesma, isso é medido na sensação visual que você tem. E veja bem, não é que só funcione desta maneira, essa é uma regrinha pra facilitar o lidar com essa pra quem não saca muito bem essa de estampa e deixar tudo mais equilibrado visualmente.
  • Lógico que no tópico acima não me refiro a conjuntos estampados e aí eu incluo pijamas e ternos com ou sem coletes. Nestes a mesma estampa num mesmo espaçamento serão usados. Mas se tiver outros elementos estampados na montada além do conjunto, aí pode se valer desta regrinha.
  • Eu falei bem detalhadamente sobre essa de estampa com estampa neste post aqui. Portanto, leiam, porfa. Que aí vocês gabaritam essa.
  • Só reforçando que num esquema de terno e gravata, é sempre bom que sendo a gravata estampada e se o terno ou a camisa ou ambos forem estampados também, que a estampa da gravata seja a mais diva ou que pelo menos não seja engolida por nenhuma das outras. E vocês sabem que gravata e lenço de bolso nunca devem casar exatamente no quesito cor e estampa, tipo a estampa ou cor serem as mesmas nos mesmos exatos tons das cores, não sabem? Good. Mas pode ter uma mesma estampa com coloração diferente somehow ou ter as mesmas cores mas com uma estampa diferente ou diferente-ish.
  • Aqui eu falei sobre como coordenar camisas e gravatas inclusive com estampas.
  • aqui eu falei sobre a diferença entre estampa e padronagem. E o que eu falei aqui usando a palavra estampa, se aplica a padronagem também. Enfim…
  • E last but never least, se valha da estampa pra dizer um pouquinho de quem é você. Ou seja, escolha a sua de acordo com o seu estilo e gosto. E pode evidenciar os seus gostos, incluisve nela. Tipo o Sheldon Cooper. 😉

estampas-como-usar

tudo-sobre-estampas

No mais, é isso aí. Ufa, terminei!

Alguma dúvida?




13/05/13
Na(s) categoria(s): O Que e Como Usar | Postado por Diandra Fernandes às 13:20

E estas dicas são pra quem tem aquela barriguinha ou barrigona de cerveja ou outras gostosices e quiser dar uma leve disfarçada nela. Anote pois algumas maneiras de performar este nip tuck visual:

disfarçar barriga homens
Boas alturas pra barra do top por fora. A primeira estampa ilustra uma estampa centralizada boa pra esconder a barriga desde que ela com a sua parte estampa-escura cubra a região do problema. E corpo de top escuro com uma gola mais clara é uma pra camuflar o problema.

disfarçar barriga homens

Mais exemplos de como esconder a barriga e a gravata que pode ser uma aliada nessa.

disfarçar barriga homens

Como a camisa por dentro deve ficar. E o Mr. Clinton ilustra aonde a cintura deve ser. Detalhe: dá uma olhada no osuéter com a barra da camisa aparecendo – uma camisa mais escura com menos contraste com o suéter é o ideal pra dar este efeito de disfarçar a barriga se ela, a barriga for mais substancial. Se não for, uma assim rola. Mas não deixe nada sanfonando. E qualquer dos casos.

  • Usar o top (camisa, camiseta, henley, polo e cia) por fora da calça. Mas que nunca ultrapasse o gancho. Um pouco acima dele in fact seria o ideal para o limite. Agora veja bem, o fit é pra estar em dia e o top não deve ficar nem apertado em alguma área (nada de repuxadas ou botões quase abrindo) e nem folgado demais ao todo, do tipo que te faça parecer desfórmico. Pensa em deixar levemente soltinha (eu disse levemente) na parte onde ela, a barriga é mais proeminente. Mas é só um tantinho, dude, tipo o suficiente pra não repuxar em nenhum lugar.
  • Se for usar o top pra dentro da calça, o que pra certas ocasiões é mandatório, pode dar uma leve puxadinha onde a camisa encontra com a barra da cintura. Eu disse leve, de novo. Só pra não ficar repuxada demais. Use a calça na cintura e não bem abaixo ou acima dela. E não deixe o top ficar super repuxado na barra.
  • Evite cinto ou use um bem discreto que não chame atenção pra área e nem faça volume extra. Aliás, deixe esta área bem discreta. Este costuma ser um melhor approach.
  • Se usar colete, que ele não deixe nenhum buraco da camisa aparecendo entre ele e a calça. Versão tradi do colete é mais apropriada. E a tradi é aquela que não deixa esta brecha.
  • Nada de calça com pregas. Uma flat front é a melhor pedida. Reta ou bootcut. Fuja da afunilada e skinny.
  • Se valer de um bom paletó ou blazer fechado de abotoamento simples onde o V não revele e nem aponte pra sua barriga é a melhor maneira de usar um paletó pra isso. Pode usar um aberto também, com laterais próximas ou com o top por dentro escuro ou com estampa verticalizada ou centralizada dando uma disfarçada no problema.
  • Investir em cores escuras e estampas (na vertical ou na diagonal com fundo em tom de cor médio ou escuro seriam as melhores pedidas) na área. E nessa é uma boa até pensar em calça/bermuda e top em tons escuros. Pra dar uma apagada mais forte na região. Aliás, taí duas medidas pra se aplicar se precisar de um damage control, tipo, se for usar um top por dentro da calça. Por exemplo, se quiser usar uma camiseta clara, branca, escolha uma com estampa centralizada e verticalizada que camufle a área. Ou se for usar um top mais claro sem estampa nem nada pra camuflar a barriga, use um blazer fechado por cima ou um cardigan, no caso ambos escuros.
  • E por falar em estampa… se for listrada, que as listras fiquem próximas. Evitar muito espaçamento (principalemnte se o fundo for mais ou bem mais claro) ajuda a camuflar melhor inclusive com outras estampas.
  • Evitar tecidos brilhantes na região e encorpados demais ou que sanfone justamente na sua barriga ou adjacências é uma boa medida.
  • Uma gravata longa nem muito fina e nem muito grossa, de acordo com a escala do seu tórax e que sempre bata na altura certa tradi, na fivela do cinto ou no lugar que ela estaria, se não usar cinto.
  • Pode deixar a barra da camisa por fora da do suéter de leve desde que a barra do suéter não sanfone. Mas fit em dia em ambas as peças e que elas não sejam muito encorpadas pra evitar volume extra.
  • Puxar o olhar pra cima ou pra baixo pra tirar o foco da região é outra. Como? Pra baixo, investindo num cardarço colorido, num calçado que contraste bem com a calça (tipo um branco com calça escura), numa barra dobrada com uma bota ou algo de cano alto por baixo ou por fora. Pra cima, se valendo de uma gravata, de um hankie, de um decote em V no top que pode ou não contar com um cordão, um detalhe na gola, uma echarpe…
  • Pode usar um control top (um top tipo regata que segura a barriga) como undershirt pra isso? Pode.
  • E pense que a região que você quer disfarçar deve ficar o mais discreta possível, sem chamar muita atenção pra si.

disfarçar barriga homens

Alguns exemplos de como chamar a atenção pra cima.

disfarçar barriga homens

Como puxar a atenção pra baixo e mais as calças reta e bootcut. E bons exemplos de cintura no lugar certo.

E é isso. Portanto, já sabe o que fazer se quiser dar aquela camuflada na barriga 😉




31/08/12
Na(s) categoria(s): Por Aqui | Postado por Diandra Fernandes às 10:26

Porque né, elas rolam e quando viram ON trends abre-se uma brecha pra até vê-las com olhos mais simpáticos… ou não. E mesmo não curtindo algumas coisas, por gosto pessoal ou por sacar que certas coisas só rolam mesmo com a flag ON trend e mesmo assim pra “meia dúzia de 3 ou 4” que têm DNA de modelo, também conhecido como aquele que banca o inbancável até, eu falo e falei delas e do melhor jeito de usá-las pra quem quiser experimentar por aqui. Sim, seria algo tipo damage control, pra usar na tentativa de limitar fashion disasters. Nesta lista tem as Crocs, jeans com jeans, tênis de ginástica no damage control, a sacana da saruel e afins

Enfim, se tem uma coisa que eu confirmei com a consultoria e via esta janelinha internética que se abriu pra gente acompanhar o street style é que tudo é relativo e que certas regrinhas podem ser quebradas e certas coisas que a gente julga a major no-no seja porque é contraprudente silhueta-wise ou algo que via de regra não funciona pra maioria sempre tem a possibilidade de funcionar pra alguém. E tirar isso de alguém de cara, sem dar uma chance pra ver e crer é trouxice da qual eu não padeço. Por isso eu nunca tiro nada de ninguém de cara, just because. Ainda mais se for algo que este alguém curte.

Dito isso, a gente também tem que entender que não é porque funcionou pra Mr. Fulano que vai ter o mesmo efeito no Mr. Beltrano. Por exemplo, um dia faz um tempo eu vi um cara usando a sua Crocs no trabalho (ele era cabeleireiro) que não me fez torcer o nariz… ju-ro! Agora não foi porque eu até simpatizei com a montada Croc-iana dele que pronto, passei a achar que pode rolar pra todos sans problema…. porque né Crocs continua sendo Crocs… pra alguns e de alguns jeitos ela fica menos Crocs, if you know what I mean.rs

Mas ó, estou contando essa da Crocs em confidência, só pra nós aqui, e deve ficar somente entre a gente, e se me perguntarem em outras localidades… nego o ocorrido. 😉




12 Página 1 de 2