Como Usar e Onde Encontrar Pulseiras Masculinas!


06/01/16
Na(s) categoria(s): Etiqueta e Boas Maneiras | Postado por Diandra Fernandes às 11:26

Se tem uma coisa que não passa firmeza e nem é agradável é um aperto de mão frouxo. Tá, um super apertado e vigoroso também não é exatamente o caminho, mas um frouxo é terrível e profissionalmente, por exemplo, pode pesar contra você, inclusive numa entrevista de emprego e tal.

como dar um aperto de mão certo

Vale lembrar que mão suada ou suja também está fora de cogitação, por razões óbvias. Né?

E isso tudo vale tanto pra vida profissional como pra vida social, tá? Porque de fato não é nada agradável receber um aperto de mão frouxo ou cheio de não me toques e/ou sujo ou suado.

Então, eu estava no YouTube procurando um tutorial pra postar de um aperto de mão certinho e acabei encontrando este vídeo acima que até tem o aperto de mão tradicional certinho, mas tem também outros apertos de mão dudeanos, inclusive… O vídeo é divertido e possivelmente de um destes YouTubers famosos (sou a clueless pra esta modalidade), já que o dude NigaHiga (que é uma graça, diga-se) tem visualizações na casa dos 8 dígitos.

Roda o vídeo.




15/12/15
Na(s) categoria(s): Comportamento, Etiqueta e Boas Maneiras | Postado por Diandra Fernandes às 9:15

E estes erros eu tirei desta matéria do G1, que foi baseada num artigo do Business Insider. Artigo que diz inclusive que “um estudo de rastreamento ocular apontou que o entrevistador gasta apenas 6 segundos em cada currículo observando o nome do candidato, posição atual e anterior, empregador, início e fim dos últimos empregos e educação. Se o CV não consegue se destacar nesse momento, ele não será avaliado novamente.” Ou seja, não deixe estes itens de fora e capriche neles. Mas sem mentiras. Porque são eles que vão levar o recrutador a ler ou não o seu CV.

Ah, e vá direto ao ponto, sem lero leros. Tanto pra estes itens como com todo o conteúdo enviado pro recrutador. No mais, eis os 6 erros básicos que você não deve cometer pra deixar o seu CV com cara de bom candidato:

currículo vitae 6 erros que indicam não é bom candidato

  • Falta de uma carta de apresentação. E mesmo que o anúncio não requeira uma, é bom colocar. Ela deve ser curta e direta destacando suas qualificações. Pode até conter um link pro seu perfil no LinkedIn.
  • Formato errado. O documento tem que ser fácil de ser aberto por qualquer um, quer seja word, pdf ou no corpo do email.
  • Layout. Cores e imagens, por exemplo, não são as melhores opções nessa. Numa área criativa, vale se valer do bom senso pra saber até onde pode dar uma ousadinha básica.
  • Erros gramaticais. E nessa inclua a carta de apresentação e o conteúdo do email plus o CV. E além de você revisar algumas vezes (acho uma boa imprimir uma cópia e revisar por ele), é bom pedir que alguém o corrija, lendo em voz alta.
  • Jargões. Evite. Evite também palavras desnecessárias e adjetivos.
  • Tamanho. Um bom CV deve ter 1 ou 2 páginas no máximo e listar somente experiências de trabalho relevantes e resultados alcançados. Atividades extracurriculares devem ser deixadas de lado. Um currículo curto e com as informações pertinentes vão mostrar ao recrutador que o profissional consegue focar no que realmente interessa.

Boa sorte e sucesso!




09/12/15
Na(s) categoria(s): Tech Stuff | Postado por Diandra Fernandes às 9:02

Eis a questão. E pra responder, ou melhor, pra te ajudar a resolver se sim ou se não tem esta matéria aqui da Forbes que enumera algumas razões e seus porquês pra se ter um app, mesmo que seu negócio tenha site e versão mobile. Dentre elas destaco estas aqui ó:

seu negócio deve ter app próprio

  • Um app vai te permitir ter acesso aos dados do usuário. Porque sim, aplicativos móveis permitem obter dados valiosos que podem ser úteis, como números de telefone, informações de localização e demográficas, contatos, perfis em redes sociais, por exemplo.
  • Ele pode melhorar sua posição no ranking do Google. O Google costuma mostrar aplicativos entre os primeiros resultados quando a busca é feita pelo celular. Ter uma posição alta no ranking tornou-se extremamente importante, já que os usuários que buscam pelo celular raramente vão além dos primeiros resultados.
  • Pode aumentar o alcance aos consumidores. Espertofones são muito usados para fazer buscas na internet, por isso é importante que seu negócio esteja a um clique ou deslize fácil de distância. Com um aplicativo, você estará gerando conveniência a seus consumidores, tornando seu produto ainda mais fácil de usar. Num futuro próximo, quase todos os negócios terão um aplicativo, então é importante adiantar-se e começar agora.
  • Considere se o app vai agregar valor e funcionalidade. Porque só assim vale enveredar por essa. Comece com a experiência do seu cliente e com análises profundas dos usuários da versão mobile do seu site para ter certeza da necessidade e da oportunidade de mercado antes de investir em criar um aplicativo.
  • Avalie se ele pode tornar seu serviço mais eficiente. Se a versão mobile do seu site é mal preparada para solucionar problemas específicos, você deve considerar aplicativos nativos. Pra ilustrar: “se os hóspedes do seu hotel esquecem as chaves de seus quartos com frequência, você pode melhorar a estadia deles permitindo acesso aos quartos via smartphones. Ao avaliar a ideia de um app, alinhe seu investimento aos seguintes aspectos: receita, produtividade e qualidade de vida. E vale ainda se perguntar:“Como as funcionalidades de um aplicativo vão impactar um (ou vários) desses aspectos?”. Se você conseguir quantificar a oportunidade de negócio, pode ser a hora de lançar o app.” Pra avaliar, sempre pense nos problemas do negócio e depois procure a tecnologia eficaz para resolvê-los.



03/12/15
Na(s) categoria(s): Comportamento | Postado por Diandra Fernandes às 9:22

papo sobre a dificuldade de decidir

E o papo sobre esta tal de dificuldade de decidir é do Flávio Gikovate. Decidir que segundo o psicanalista é um ato de coragem, porque implica em correr riscos já que ao decidir a gente não tem como saber 100% de que se trata da melhor opção.

E como o ser humano tende a focar no que está perdendo ao invés do que ganhou com as escolhas feitas, é melhor avaliar a decisão tomada depois de uns 3 ou 4 meses pra ver se de fato ela foi boa ou não. Logo de prima, o que foi perdido tendem a parecer que pesam mais.

No mais, clica no vídeo e veja o que ele tem a dizer sobre.




06/10/15
Na(s) categoria(s): Comportamento | Postado por Diandra Fernandes às 9:26

Bom, pelo menos são os mandamentos das mentes milionárias do Andrew Carnegie (um empresário americano bem sucedido do século 19, que na época era o homem mais rico do mundo) e mais 500 outros dudes que enriqueceram e foram estudados ao longo de 20 anos pelo Napoleon Hill que inclusive escreveu um livro a respeito chamado “Quem Pensa Enriquece” (#linkafiliado). Mandamentos que continuam valendo pros dias atuais. Por que? Dá uma olhada em alguns deles pra entender:

segredos mentes milionárias

  • Deseje. Porque pra enriquecer tem que querer.
  • Tenha fé, também conhecida como acreditar veementemente que vai conseguir.
  • Ganhe experiência e continue aprendendo, sempre.
  • Tenha ideias e visualize o seu sucesso.
  • Se planeje e sobretudo, aja.
  • Seja determinado e não procrastine na tomada de decisões. Quem sabe o que quer, decide. E mantre: “tomar a decisão errada é melhor do que não tomar decisão nenhuma.”
  • Persista até conseguir o que deseja.
  • Se cerque de gente bem sucedida.
  • Escolha uma parceira ou parceiro amorosa/o pra vida que seja compatível com você.
  • Se relacione com outras pessoas inteligentes e aprenda com elas.
  • Confie no seu instinto.

E mesmo que o seu intuito não seja ficar milionário, taí bons mandamentos mentais pra ter com os seus objetivos/sonhos da vida. Né?

Via ÉpocaNegócios e por lá tem outros e uma explicação pra cada item.




15/09/15
Na(s) categoria(s): Comportamento | Postado por Diandra Fernandes às 9:30

E os tais sinais eu tirei desta matéria aqui do G1 que tirou da Business Insider. E listei apenas os que eu acho que podem (sendo o verbo poder a palavra operante) indicar que o seu chefe não gosta muito de você ou do seu trabalho. Ei-las:

chefe não gosta de você

  • Ele te deixa fora das grandes decisões. Porque isso pode indicar que ele não confia muito na sua opinião.
  • Te exclui de projetos e reuniões. Pela mesma razão acima ou porque não gosta de ter você por perto.
  • Linguagem corporal negativa. Tipo ficar sempre de braços cruzados sobre o peito ou nunca olhar pra cima da tela do computador quando você entra no escritório.
  • Sem contato visual ou evita ficar perto de você. Porque está te evitando.
  • Paciência curta. Se ele parece sempre desinteressado no que você tem a dizer ou perde a paciência facilmente enquanto fala contigo, mas com os outros age de forma oposta, pode ser porque ele não gosta tanto de você.
  • Te exclui das brincadeiras. Se ele nunca te inclui nas brincadeiras com os demais empregados e a prática de brincar com os outros é costumeira, isso também pode ser um indicativo.
  • Sem feedback. Isso demonstra indiferença com o seu desempenho e crescimento futuro no seu trabalho.
  • Costuma te dar aquelas tarefas que ninguém quer, bem abaixo do seu nível de experiência ou competência. Isso pode significar que ele não confia nas ou respeita as suas habilidades. Ou pior, está “sugerindo” virtualmente que você procure trabalho em outro lugar.

E aí, concorda? Discorda?

 




11/09/15
Na(s) categoria(s): Comportamento | Postado por Diandra Fernandes às 9:11

E o papo é do escritor Neil Gaiman, escritor que confesso ainda não li nenhum livro. E ainda é a palavra operante, porque pretendo. Ainda mais depois deste discurso bem na real e inspirador. Discurso dado na University of the Arts em 2012. Mas que continua superatual, porque né… é Pra quem está pra começar a sua vida profissional, começando ou já começou faz tempo, mas precisa de uma boa recalibrada pra reentrar nos eixos.

Não achei um com tradução em português, então estou postando o em inglês apenas. Roda. Que vale.

AND… mantre:

Make good art. Sempre.




123... 11Próxima Página 1 de 11