Como Usar e Onde Encontrar Pulseiras Masculinas!


02/06/15
Na(s) categoria(s): Comportamento | Postado por Diandra Fernandes às 9:48

E elas são do Dale Carnegie, autor de um livro que fala bem a respeito dessa: “Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas” (que pode ser comprado na livraria mais próxima, #linkafiliado aqui ó. Tem opção da versão digital por lá).

Pois então, as 3 atitudes que quem tem a manha de influenciar os outros domina são as seguintes:

3 atitudes pra influenciar pessoas

“Influência é a habilidade de conectar, engajar e fazer indivíduos agirem em cima do que você tem a dizer ou disse. Influência é aumentar a confiança dos seus ouvintes em você e a sua credibilidade para com eles.”

  • Não condenar, criticar ou reclamar. – Segundo Dale, ao lidar com pessoas é bom lembrar que elas não são criaturas fundadas na lógica e sim nas emoções, eriçados nos seus preconceitos e motivados por vaidade e orgulho. Tente ser mais compreensivo e propenso a perdoar as pisadas na bola delas. Ao invés de criticar, condenar ou reclamar de amigos, colegas e familiares tente entendê-los. Tente sacar o porquê eles fazem o que fazem. Isso traz pro jogo mais simpatia, tolerância e gentileza/bondade, qualidades que fluem melhor com essa de influenciar.
  • Ser honesto e sinceraço nos elogios e sempre que procederem, usados. – O segredo de lidar (e bem) com pessoas é reconhecer que elas são guiadas pelo desejo de serem importantes, apreciadas e super no que fazem. Portanto, exercite essa. Mas tem que ser elogios honestos e sinceros. Da boca pra fora não vale.
  • Capacidade de inspirar no outro aquela gana de querer. – Por exemplo, se você não quer que seu filho fume, ao invés de dar aquele sermão básico e lhe dizer o que você quer que ele faça (no caso, parar de fumar asap), pegue uma meta dele (seu filho) e ilustre como fumar pode não ser uma boa pra conseguir essa. Porque a única maneira de influenciar pessoas é falar sobre o que elas querem e mostrá-las o como conseguir isso. As pessoas mais influentes são justamente aquelas que encontram um jeito de relacionar suas metas próprias à perspectiva e metas pessoais do outro, inspirando o outro a agir em prol dos seus próprios interesses que vão de encontro com o que, no final das contas, você quer as wellE taí O segredo dessa, IMO.

Deu pra entender? Então, pratique se quiser ser mais influente around. E veja no que dá.




23/04/15
Na(s) categoria(s): Comportamento | Postado por Diandra Fernandes às 9:36

E não sou eu quem vai bater este papo e sim o Flavio Gikovate neste vídeo acima. Roda pra ver o que ele tem a dizer a respeito. Mas já entrego que ele define intolerância como aquela irritação ao que é diferente seja um modo de ser, de viver ou “simplesmente” uma opinião divergente.

Um antídoto pra ela? Entender primeiramente que o outro tem todo o direito de pensar, ser e viver diferente de você e segundamente, respeitar, mesmo que discorde ou ache sei lá o quê a respeito. Duas coisinhas que nem seriam assim tããão complicadas se as pessoas não precisassem taaaanto dos espelhos around pra validarem seus pensamentos, modos de ser e de viver, acrescento eu, a este papo.

E neste post aqui tem como exercitar a tolerância nossa de cada dia.




26/02/15
Na(s) categoria(s): Comportamento, Por Aí | Postado por Diandra Fernandes às 9:16

E quem vai bater o papo é o Psicanalista Flavio Gikovate. No papo ele entrega que pra conhecer, saber quem as pessoas realmente são tem que prestar atenção nelas e se ater aos fatos (atitudes, comportamentos, ações) e não a ideias (o que a gente idealiza ou o que a pessoa pensa ou prega) dentre outras coisas. Roda lá pra entender a equação.




1234... 18Próxima Página 2 de 18